(98) 3232-9907

Cordel de Osmir Freire: Reunião da Comissão Regional Nordeste – João Pessoa/PB – 12 a 14/04/2024

Facebook
Telegram
WhatsApp

Por Osmir Freire

A última reunião

Da Comissão Regional

Em abril de 19

No modo presencial

Ocorreu no Maranhão

Volta hoje toque de mão

E o abraço fraternal

*

Ficamos impactados

Com a calorosa acolhida

E foi com muita tristeza

A nossa despedida

Saudosos de antemão

Voltamos pro Maranhão

Pois assim é a vida

*

Terra de Gonçalves Dias

E de Ferreira Gullar

Humberto de Campos Veras

Cochinho, cantor popular

Alcione, Zeca Baleiro

Ewerton Quadro, Guilhon Ribeiro

Lá foram reencarnar

*

“Minha terra tem palmeiras

Onde canta o Sabiá,

As aves, que aqui gorjeiam,

Não gorjeiam como lá.”

“Nossas várzeas têm mais flores,”

“Nossa vida mais amores.“

“Que não encontro por cá;“

*

À equipe paraibana

Profundo agradecimento

Pela otimização

Que teve o acolhimento

Todo mundo satisfeito

Tudo aqui andou direito

Este o nosso sentimento

*

A saudação também vai

Para os irmãos do Norte

Do Rio Grande, de Oscar

Herói da cesta, no esporte

Para ele um escudo

E de Câmara Cascudo

Das letras um irmão forte

*

Um abraço apertado

A esses nobres guerreiros

Juntos ao Leopoldo Cirne

E outros bons brasileiros

Augusto dos Anjos, poeta

Céu de estrelas completa  

Com Suassuna altaneiro                            

*

O povo alagoano

De Maceió, cidade bela

Aurélio Buarque, Graciliano

De Floriano e Vilela

Deodoro e Dom Avelar

Alma culta e exemplar

Ao mesmo tempo singela

*

Os irmãos da Bahia

Irmã Dulce e Divaldo

Terra onde tudo começou

Deolindo e Jorge Amado

Teles de Menezes, fiel

Exercendo seu papel

Todos por nós abraçados

*

Cumprimentamos o Ceará

Da capital e do sertão

Do Bezerra de Menezes

Defensor da união

Vianna e Patativa

Este do cordel lenda viva

Chico Anísio e Renato Aragão

*

Povo pernambucano

De Alceu e Luiz Gonzaga

Nando Cordel e Dominguinhos

Do frevo que bem afaga

Dom Helder, Barbosa Sobrinho

E Paulo Freire no caminho

A educação mais se propaga

*

Os nobres caravaneiros

Do vizinho Piauí

Onde o sol mais se demora

Povo trabalhador tá ali

Tem carnaúba e cajuína

Boa culinária em Teresina

Pronta para nos servir

*

Aos irmãos de Sergipe

Do Brasil o menor Estado

Mas de um grande coração

Terra de Gilson Amado

Seu patrimônio cultural

De um valor colossal

No Brasil destacado

*

Agradeço de coração

A quem fora da seara

Nos acolheu muito bem

Não sei se é conduta rara

Mimos de chocolate

Água, café e chá mate

Nos deu o hotel Caiçara

*

Na pauta examinamos

Temas da Unificação

Problemas do pós pandemia

Do público em evasão

Não só do frequentador

Também do trabalhador

O mundo em transformação

*

A importância da Arte

Para a divulgação

Necessita de apoio

Pra promover a inclusão

Sendo o quarto saber

Tem de operar pra valer

Facilitando a união

*

Imperiosa a integração

Das áreas funcionais

A da família requer

Reforços adicionais

Para se fortalecer

E ao Centro comparecer

O apoio nunca é demais

*

Muitos assuntos em pauta

Não imaginem o quanto

Precisamos trabalhar

Com alegria e sem pranto

Até no último momento

Apareceu um complemento

Pra divulgar o Esperanto

*

Será criado um Fundo

Pra sustentabilidade

Do movimento espírita

Pelo livro de verdade

O Fundo será fecundo

Repercutirá no mundo

Criando facilidades

*

A sua maior importância

Não centrará no cifrão

Mas será em colaborar

Com a unificação

Ajudando o movimento

Em qualquer seguimento

Melhorar a divulgação

*

A mensagem que ficou

E com ela me emparelho

É que toda solução

Para o novo e o velho

Que nos deve trazer luz

Só com respaldo em Jesus

Seguindo o Seu Evangelho

*

Ele, o Modelo e Guia

Maior grandeza moral

No caminho do progresso

Padrão do ser integral

Garante a todos saúde

E paz em plenitude

Felicidade real

*

Registro que um irmão

De bondoso coração

Colaborou para construir

Prédio da Federação

Nome do Auditório belo

Lins de Vasconcelos

O autor da doação

*

A próxima Reunião

Da Comissão Regional

04 a 06 de abril

De 25 em Natal

Vamos nos abraçar

A mão do amigo apertar

Porque será presencial

O AUTOR

É Diretor de Unificação da Federação Espírita do Maranhão (FEMAR).

Se você gostou, compartilhe: